Domingo, 28 de Novembro de 2021
(84) 98102-5622
Cultura ROGER AVANZI

ROGER AVANZI O PALHAÇO PICOLINO

Esta é mais um capítulo da história de Roger este grande palhaço brasileiro. Por Lowry Landi.

11/11/2021 00h50
Por: Paulinho porto
ROGER AVANZI - Desenho de Alvaro Neto
ROGER AVANZI - Desenho de Alvaro Neto

 

Nerino fazia muito sucesso como clown de seu irmão Felipe, o PALHAÇO MALUCO que formavam a melhor dupla do Brasil na época, com todo esse sucesso a dupla, mais ou menos por volta de 1910, foi até a Argentina com o circo.

A mãe de Roger era uma francesa da quinta geração circense: “Roger seria da segunda geração por parte de mãe”. E o circo excursionava pela Europa, quando um acidente matou todos os cavalos: “E, nesta época, os circos eram conhecidos em função dos seus números equestres como CIRCO DE CAVALINHOS, pois os cavalos faziam parte de quase todo o espetáculo, além de também transportarem o circo, como animais de carga”. Isso fez com que o circo parasse suas atividades por um tempo e, Armandine, mãe de Roger, que tinha um número muito bom com sua irmã Nerris, iniciasse um novo número para os cassinos de muitos países da Europa: Era um show que Armandine fazia acrobacias, penduradas pelos cabelos. Chegara na Argentina e, curiosamente, foi nesta mesma época que o senhor Nerino se encontrava neste país. Foi quando Nerino viu em um cartaz a foto de Armadine e, para os amigos declarou que um dia iria se casar com aquela jovem do cartaz, porém estava impossibilitado de encontrar-se com seu amor platônico, pois suas apresentações circenses aconteciam no mesmo horário do show da jovem.

Mas quando o circo de Nerino estava no Brasil, o circo por fazer uma excursão pelo interior de São Paulo; neste período Armandine fora contratada para fazer seu número para completar o elenco de um cassino de São Paulo, contratada junto com sua irmã. E, com o tempo, as francesas foram convidadas para participarem dos espetáculos no mesmo circo onde Nerino trabalhava. E foi sob as lonas do circo onde Nerino e Armandine trabalhavam que o casal se conheceu e, mais tarde, acabou por se casar em São José do Rio Preto, uma cidade do interior paulista. Foi neste ambiente que Roger Avanzi – o futuro Palhaço Picolino – nasceu. E este grande palhaço da cena circense brasileira atuou por mais de 85 anos, atuando e residindo na cidade de São Paulo.

Foi no Circo Nerino o local onde Roger Avanzi, o palhaço Picolino, passou por toda sua infância e juventude, que foi sua primeira escola para se tornar um artista renomado circense. Seu nascimento data de 7 de novembro de 1922, vindo a falecer no mesmo mês, que também marca  o fim do circo Nerino, que abaixou suas lonas no dia 13 de setembro de 1964. E, curiosamente, dentro deste circo, Roger Avanzi será um trabalhador integral das funções circenses, durante 52 anos.

Nerino Avanzi, pai de Roger Avanzi, representa a primeira geração circense da Família Avanzi. Filho de italianos que vieram para o Brasil em uma companhia do circo que excursionava pelas principais cidades do país, quando a mãe do futuro palhaço Picolino, estava nos últimos dias da gravidez no momento do retorno da família para a Itália e, com isso o casal, receando os perigos de uma longa viagem, decidiram permanecer no Brasil, na cidade de São Paulo.

A prefeitura da cidade deu estadia e empregou- os como zeladores do Teatro Polytheana, um teatro todo de zinco no Vale do Anhangabaú. Roger Avanzi comentou emocionado, sobre seu pai: Eles ficaram morando debaixo do palco e foi ali que meu pai nasceu, apesar de que ele falasse que nasceu na Itália. Porém todo mundo sabe que ele nasceu foino Brasil, por isso era chamado jocosamente de CONTRABANDO no Brasil vindo da Itália. E ali foi crescendo, além de saber cantar muitas óperas, pois as grandes óperas ficavam em cartaz naquele teatro, mesmo assim, independente de ficar assustado com os agudos dos grandes cantores europeus que se apresentavam”.

Dez anos após a estreia do circo, nasce Roger Avanzi, na mesma cidade onde seus pais haviam se casado. Roger nasce no ano da Semana de Arte Moderna, quando o palhaço Piolin foi homenageado pelos intelectuais modernistas, como o mais respeitado artista popular do momento. Roger concordou que a Semana de Arte Moderna teve grande importância, especialmente devido a repercussão que conseguiu no Brasil e em todo o mundo, apesar de Roger Avanzi, não ter participado do evento, pois nasceu pouco depois do início desta exposição.

Roger estreou no circo em 1923 como bebê de colo, dentro do elenco de uma comédia pastelão. Era uma comédia em que se ficava discutindo de quem era o bebê, e essa criança na cena era o Roger, o futuro palhaço Picolino.

Outro caso fez com que Roger, que até então só fazia pontas em dramas, tivesse a chance de viver um papel central. E como isso aconteceu? Um dos artistas que fazia o papel principal do espetáculo fugiu do circo. Era a época do Natal e ele tinha mais ou menos 14 anos, quando passou a representar papeis de ator em teatro, protagonista dos dramas e das comédias pastelão. Roger disse que na época não tinha muito jeito para ser palhaço, apesar de ter herdado de seu pai as técnicas circenses e tendo seu nome, até hoje, como referencial circense.

Nerino, pai de Roger, não gostava muito de teatro e, quando criança, já fazia CIRQUINHO à luz de velas roubadas dos cemitérios próximos. Essas apresentações do circo do senhor Nerino, aconteciam nos grandes jardins das mansões do bairro nobre da cidade de São Paulo, o Anhangabaú. Nessa época tinham poucos circos estrangeiros pela cidade e Roger, envergonhado na sua estreia como palhaço, terminou saindo de cena correndo logo no inicio do espetaculo, que aconteceu na cidade de Limeira. No entanto, os estudantes que assistiram ao espetáculo, saíram atrás dele pelas ruas da cidade, achando que aquela fuga fazia parte do show. Esta é mais um capítulo da história de Roger este grande palhaço brasileiro.

                                                    Por LOWRY LANDI 

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Pendências - RN
Atualizado às 03h17 - Fonte: Climatempo
25°
Poucas nuvens

Mín. 24° Máx. 37°

25° Sensação
29.7 km/h Vento
75.4% Umidade do ar
90% (3mm) Chance de chuva
Amanhã (29/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 36°

Sol e Chuva
Terça (30/11)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 37°

Sol com algumas nuvens