Segunda, 18 de Outubro de 2021
26°

Poucas nuvens

Pendências - RN

Saúde Ouvido

A LABIRINTITE

Labirintite é o nome popular que se dá a todos os transtornos do LABIRINTO, QUE É UMA ESTRUTURA INTERNA DO OUVIDO composta ela CÓCLEA (imprescindível para a nossa audição), pelo VESTÍBULO e pelos CANAIS SEMICIRCULARES (que têm papel na manutenção do nosso equilíbrio).

16/09/2021 às 12h01
Por: Paulinho porto
Compartilhe:
 A LABIRINTITE

 

PRINCIPAIS SINTOMAS

 

OTITE e LABIRINTITE é uma síndrome médicas  comumente chamada ou associada a uma vertigem que causa náuseas e tonturas. Ela é causada por uma inflamação no ouvido interno afetando todo o equilíbrio do corpo.

Para se realizar o diagnóstico de labirintite, realizam-se exames por médico de labirintite, tais como Vectoeletronistagmagrafia (VENG), exame para labirintite. Tonturas e desequilíbrios geralmente são causados por vertigem postural paroxística benigna (VPPB), neuronite vestibular e doença de Menière.

Casos agudos de labirintite causam vômitos, paralisia facial e perda da audição. Entretanto, a labirintite pode ser diagnosticada e tratada no momento correto.

A labirintite, popularmente conhecida como OTITE INTERNA, ocorrer por conta de uma afecção que prejudica a capacidade de escuta. Além disso, ela ainda afeta as funções do labirinto, a estrutura interna do nosso ouvido, grande responsável pelo equilíbrio e pela audição.

Muitos têm o costume de denominar qualquer distúrbio na área do ouvido interno de labirintite. Mas o conceito certo é LABIRINTOPATIA, sendo a labirintite apenas uma delas.

A doença resulta em problemas como tonturas e incapacidade de ficar em linha reta por muito tempo.

Se você suspeita que esteja com a enfermidade é imprescindível procurar um médico o quanto antes.

 

Mas O QUE VEM A SER A LABIRINTITE?

É um problema do ouvido que atinge o labirinto e todas as estruturas que têm a responsabilidade do equilíbrio (vestíbulo) e da audição (cóclea).

 

 

 

 

CAUSAS

As causas da inflamação do labirinto ainda não são muito claras. Mas o que se sabe é que inflamações e infecções sejam os maiores motivos para a doença, como resfriado e otite médio.

Outros fatores, embora acorram com menor frequência, também contribuem para a labirintite.

Por exemplo, enfermidades neurológicas, alergia, alguns tumores e remédios que podem afetar a saúde do ouvido interno.

Mas é bom que se diga também que alguns fatores de risco ajudam no surgimento da doença, tais como: diabetes, otite, hipoglicemia, tabagismo, consumo exagerado de café e colesterol alto.

 

E SINTOMAS?

O sintoma principal da labirintite é a vertigem. A pessoa sente como se tudo em sua volta estivesse girando.

Mas em grande parte das vezes ela por vir seguida de outras. Sintomas como sudorese, zumbidos no ouvido, perda de audição, queda de cabelo, mudanças gastrintestinais, vômitos e náuseas.

Vale ressaltar que a fase aguda da labirintite aparece sem aviso e pode durar de minutos a dias. Quando ocasionada por um resfriado ou grife, os sintomas da doença normalmente demoram até duas semanas para aparecer.

O problema não causa desmaios, mas o indicado é evitar se deitar para não piorar ainda mais a tontura.

 

TRATAMENTO

Em grande parte dos casos a labirintite é focada sozinha para tratamento. Mas, se for necessário, o tratamento tem como função a diminuição dos sintomas. Se a causa do problema for uma infecção de origem bacteriana o profissional recomendará um antibiótico e a tendência é que os sintomas desapareçam.

Medicamentos para vertigem também podem ser recomendados, mas a indicação geral é aguarda que ela cesse, pois a ação do remédio pode fazer com que os sinais demorem mais para passar.

Vale citar que os sintomas mais sérios da labirintite geralmente somem em sete dias. A maior parte dos pacientes apresenta melhora total em cerca de três meses.

Já a tontura tende a continuar mais em pessoas com idade avançada.

A audição geralmente retorna à normalidade. Porém, em alguns quadros a perda auditiva pode ser definitiva.

Saiba que alterações no estilo de vida do paciente são essenciais para a prevenção de crise de labirintite. Como por exemplo, evitar o consumo de álcool e tabagismo, ingerir muito líquido, adoção de uma dieta saudável e controle de taxas de triglicérides e colesterol.

 

PRINCIPAIS SINTOMAS DE LABIRINTITE:

1)   Dificuldade para manter o equilíbrio;

2)   Dificuldade para focar a visão;

3)   Sensações de que tudo em volta está se movendo ou rodando;

4)   Dificuldade para ouvir com clareza;

5)   Zumbido constante no ouvido;

6)   Dor de cabeça constante;

7)   Tonturas ou sensação de vertigem.

                                                                                                                 Por Lowry Landi

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Pendências - RN Atualizado às 06h50 - Fonte: ClimaTempo
26°
Poucas nuvens

Mín. 23° Máx. 35°

Ter 34°C 23°C
Qua 35°C 22°C
Qui 35°C 23°C
Sex 34°C 23°C
Sáb 32°C 23°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes
Enquete