Sexta, 17 de Setembro de 2021
28°

Poucas nuvens

Pendências - RN

Anúncio
Política Rio Grande do Norte

Prédio da nova Central do Cidadão de São Miguel já está concluído

Governadora Fátima Bezerra vistoriou local que recebeu R$ 1,7 milhão em investimentos do Governo do Estado, via Projeto Governo Cidadão

23/07/2021 às 20h03 Atualizada em 24/07/2021 às 13h06
Por: Paulinho porto
Compartilhe:
Prédio da nova Central do Cidadão de São Miguel já está concluído

Em São Miguel, no Alto Oeste potiguar, a governadora Fátima Bezerra realizou uma vistoria no prédio construído para abrigar a nova Central do Cidadão do município. A construção, que recebeu R$ 1.795.745,36 em obras e equipamentos, foi recebida pela atual gestão com 0% de execução, mas agora está concluída.

 

O evento ocorreu nesta sexta-feira, 23, e teve a participação de grande parte do secretariado estadual. A governadora disse, na ocasião, que “o novo prédio aproxima a gestão estadual da população do Alto Oeste, levando serviços diretos e de grande importância para os cidadãos”.

 

O secretário estadual Fernando Mineiro (Gestão de Projetos e Metas), coordenador do Projeto Governo Cidadão, órgão responsável pela obra viabilizada com recursos do empréstimo junto ao Banco Mundial, lembrou: “a atual gestão teve que solucionar diversos problemas e inconsistências nos contratos de construção desta e de outras centrais, deixados pela gestão passada, para que chegássemos ao fim das obras.”

 

Sede própria

 

Luis Renato Nogueira, coordenador de Atendimento ao Servidor e ao Cidadão da Secretaria de Estado da Administração (Sead), órgão responsável pela operação das centrais, destacou que o prédio foi construído em terreno próprio do Estado, o que vai eliminar gastos com aluguel e, como foi construído com a finalidade de abrigar uma central, trará mais conforto e funcionalidade a usuários e servidores. O local precisa apenas de alguns ajustes para entrar em funcionamento.

 

Os serviços oferecidos na unidade beneficiarão a população local de pouco mais de 23 mil habitantes e moradores das cidades vizinhas como Doutor Severiano, Venha-Ver, Coronel João Pessoa e Encanto. Pela proximidade com a divisa com o Ceará, também pode vir a contemplar moradores das cidades cearenses de Icó e Pereiro. Alguns dos serviços que devem ser disponibilizados na unidade são emissões de carteiras de identidade (ITEP), de trabalho e CPF, bem como serviços oferecidos pelo DETRAN.

 

Centrais: mais de R$ 50 milhões investidos

 

O Governo do Estado está investindo R$ 51.585.575,86 milhões na construção, ampliação e/ou reforma de 22 prédios das Centrais do Cidadão pelo Rio Grande do Norte. Dezoito já foram concluídas por meio do Governo Cidadão (Alexandria, Apodi, Assú, Caicó, Caraúbas, Ceará-Mirim, Currais Novos, João Câmara, Macau, Mossoró, Parelhas, Parnamirim, Pau dos Ferros, Santa Cruz, São José de Mipibu, São Miguel, São Paulo do Potengi e Nova Cruz).

 

As obras da Zona Norte, Macaíba e Zona Sul de Natal estão em execução, enquanto na Zona Oeste, que funcionará na rodoviária da capital, a fase é de contratação. Somados, só os investimentos nas centrais em Natal (Zonas Norte, Zona Sul, Zona Oeste e Macaíba) atingem a cifra de R$ 9.407.055,67.

 

Além dos já citados, participaram do evento o deputado estadual Raimundo Fernandes; o prefeito de São Miguel, Célio Gonçalves; os secretários estaduais Aldemir Freire (Seplan), Alexandre Lima (Sedraf) e Jaime Calado (Sedec), Socorro Batista (secretária adjunta do GAC), Gilton Sampaio (diretor presidente da FAPERN), Aparecida Vieira (Diretora da 15ª Dired - Pau dos Ferros), Flaubert Torquato (chefe de gabinete da Seplan) e Benaldo Medeiros (assessor do GAC).

 

Em São Miguel, o Governo do Estado investe, por meio do Projeto Governo Cidadão, R$ 2,5 milhões em 4 ações no município que incluem, ainda, 3 Subprojetos de obras hidroambientais e de sistemas de abastecimento e tratamento de água que totalizam R$ 407 mil.

 

Ao todo, os investimentos do Governo do Rio Grande do Norte, via Projeto Governo Cidadão, contemplam 25 dos 30 municípios do território do Alto Oeste e somam, até agora, R$ 51,4 milhões.  Até dezembro de 2018, foram concluídas ações no valor de apenas R$ 12,2 milhões. E a partir de 2019, as ações concluídas e em execução já somam R$ 39,2 milhões.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários